Xai-Xai

Dia 367

Dia de viagem até Xai-Xai. Depois de arrumarmos tudo e de irmos tomar o pequeno almoço, fomos apanhar um “chapa” até Macia e depois outro de Macia até Xai-Xai. Quando chegámos, o Hilário veio ter connosco e fomos almoçar a um restaurante local. Depois de almoço, ele deixou-nos na paragem de “chapa” e apanhámos um autocarro público até à praia de Xai-Xai, pela qual pagámos cerca de 10 MTS cada bilhete. Quando chegámos, fomos logo para o alojamento, “Bamboo beach”. Depois de arrumarmos as coisas no quarto, fomos dar uma volta pela praia, que estava completamente cheia de pessoas. Além de estar um ótimo tempo, também era feriado. Depois voltámos para o alojamento e ficámos por lá a descansar e a terminar o nosso último relatório de voluntariado. Acabámos por jantar um vorse (salsicha de vaca) no “Bamboo beach”.


Dia 368

Depois de descansar um pouco mais, fomos tomar o pequeno-almoço. De seguida, decidimos ir até à praia n parte da manhã. Por volta das 13h00, fomos até à zona da rotunda, para ir comprar alguns vegetais e pão. Voltámos para baixo e fomos comer alguma coisa. Depois de almoço, ficámos a trabalhar no website e a falar com o Ecbert sobre viagens em África. O Ecbert é um amigo do Frans (dono do alojamento) e que já fez muitas viagens em África, como guia. Era mesmo isto que estávamos a precisar, um empurrãozinho para nos decidirmos o que visitar em África ?. Ao final da tarde, jantámos outra vez no alojamento, um prego no prato que estava bastante bom. A seguir ao jantar continuámos mais um pouco a falar sobre as viagens e depois fomos descansar. Nesta altura, o tempo já estava a piorar e já se fazia sentir bastante vento.

Dia 369

Durante a noite choveu bastante e fez bastante vento. Já sabíamos que este dia não iria dar para fazermos praia. Depois de tomarmos o pequeno almoço, fomos com o Ecbert às compras a Xai-Xai. Aproveitámos também para comprar algumas coisas para nós. Quando regressámos, passámos na padaria para comprar pão e chamuças. Passámos o resto da tarde no alojamento a tentar organizar mais um pouco as nossas próximas viagens aqui por África. Como o restaurante estava fechado por ser o dia de descanso dos funcionários, tivemos de cozinhar.

Dia 370

Depois de nos despacharmos, tivemos de ir a Xai-Xai, aos serviços de migração buscar o nosso passaporte. O senhor Frans, como tinha de ir até Xai-Xai, deu-nos boleia até lá. Felizmente o passaporte já estava pronto e não demorámos muito tempo. Depois, aproveitamos para ir até à escolinha do André cumprimentar o mano Hélder e a irmã Bernardete, mas infelizmente a irmã não estava lá. Mais tarde, voltámos para o alojamento, mas desta vez apanhámos um “chapa”. Descemos perto da padaria para ir comprar pão e uns bolinhos. Como já estava na hora de almoço, fomos ao restaurante que ficava mesmo ao lado do “Bamboo beach” almoçar fish & chips que estava muito bom. Logo a seguir, como já estava melhor tempo, fomos dar uma volta pela praia. Mais tarde, fomos organizar as nossas viagens e jantámos uma bela sopa.


Dia 371

Uma grande viagem pela frente tínhamos nós neste dia. Mais uma vez o Frans, muito simpático deu-nos boleia até à paragem da BP. Depois de esperarmos cerca de 30min, chegou um autocarro que ia para Inhambane. Pelo bilhete pagámos 500 MTS cada um. Para sermos sinceros a viagem até correu bastante bem e por volta das 13h30 já estávamos a chegar ao terminal rodoviário de Inhambane. Quando saímos o cobrador já estava a arranjar um “chapa” para Tofo para nós. Até ficámos espantados pois pagou-nos o bilhete, é claro que isto só quer dizer que já ganhou bastante antes, mas mesmo assim foi simpático. No meio da viagem de Inhambane até Tofo aconteceu o que há muito já estávamos à espera, um pneu do “chapa” furou-se. Com tanto peso e os pneus quase carecas, tinha mesmo que acontecer. Para nosso espanto tudo se arranjou muito rapidamente, mesmo não tendo pneu suplente, um outro “chapa” parou e deu um. Finalmente chegámos a Tofo por volta das 15h00, já com alguma fome. Foi só mesmo tempo de ir deixar as mochilas na casa Airbnb, onde íamos ficar hospedados e depois almoçar. Fomos ao “Mojo’s” e ficámos bastante satisfeitos, pois o almoço estava muito bom. A Carina comeu um caril de peixe e o João um frango à piri-piri. À tarde ficámos pelo alojamento a tratar de algumas coisas. Além de nós, neste alojamento também está um casal, o Joe e a Mathilde. Para jantar, fomos comprar alguma coisa ao supermercado e comemos por casa.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *