Flores

Dia 677

Tivemos de acordar bem cedo, pois às 07h00 tínhamos de estar ao lado da “Tienda Juanita”. Depois de caminharmos 30 minutos, lá estávamos nós à espera do transporte. Estávamos com um pouco de medo que o transporte não viesse, mas por volta das 07h15 já estávamos a entrar numa carrinha de caixa aberta, prontos para mais 30 minutos até chegarmos a Lanquin. Pouco passava das 08h00 e já estávamos a partir em direção a Flores. A viagem correu bem, tirando a parte do calor, pois o autocarro não tinha ar condicionado. Chegámos a Flores por volta das 16h30 e fomos logo diretos ao nosso alojamento. Tínhamos escolhido um alojamento através do Airbnb, pois na ilha de Flores tudo era mais caro e sem ar condicionado. Foi a escolha acertada, pois a casa era acolhedora, tinha uma cozinha bastante grande e o melhor, tinha ar condicionado no quarto. Para jantar, fomos comprar tacos fritos recheados com carne de vaca, que estavam uma delícia.

Dia 678

Ficámos bastante cansados com a viagem do dia anterior, por isso foi dia para repor energias. Depois de nos levantarmos bem devagar 😂, fomos a uma “panaderia” comprar o pequeno almoço. Já por volta das 11h00, apanhámos um “tuk-tuk” para nos levar até à ilha de Flores. Por este trajeto pagámos 10 GTQ. Já na ilha, fomos dar uma volta para ver as agências de viagens, pois queríamos fazer um passeio até às ruínas de Tikal no dia seguinte. Conseguimos encontrar uma agência que nos fez o passeio a Tikal por 85 GTQ, por pessoa. Além deste passeio, também comprámos a viagem até San Ignacio, Belize. Por esta viagem pagámos 100 GTQ cada um. Depois de sairmos da agência, fomos passear um pouco pela ilha e ver o lago Petén Itzá. Fomos comprar algo ao supermercado para o almoço e dirigimo-nos ao nosso alojamento. Estava imenso calor, decidimos então ficar o resto da tarde a trabalhar um pouco para o website e a descansar. Para o jantar, preparamos um esparguete à bolonhesa, que tanto gostamos. Não nos podíamos deitar tarde, pois por volta das 04h15, o transporte para Tikal estaria à nossa porta.

Dia 679

Custou bastante acordar cedo, mas lá nos levantámos da cama. Ainda antes das 04h15 já tinha chegado a carrinha. Antes de partirmos em direção a Tikal, ainda passámos na ilha Flores para irmos buscar os restantes turistas. Ainda deu para dormir um pouco no autocarro 😅 antes de chegarmos a Tikal, por volta das 06h30. Mal chegámos tivemos de ir pagar a entrada, 150 GTQ por pessoa. Daí, ainda andámos mais um pouco de autocarro até chegarmos ao início. O nosso tour incluía também um guia, mas para sermos sinceros não ficámos muito satisfeitos com a explicação. Tirando isso, gostámos bastante de conhecer o sítio arqueológico Tikal e um pouco da história dos Mayas. Este foi um dos maiores centros urbanos da civilização Maya, com cerca de 16 km2 e no seu apogeu, cerca de 100 000 pessoas. Tem também como particularidade, encontrar-se no meio de uma floresta, onde somente 5 % dos seus edifícios foram restaurados. Aqui, podemos encontrar vários animais: “peru ocellated”, coatis, tucano real, macacos aranha… Como tínhamos a opção de voltar para Flores no autocarro das 12h30, foi isso mesmo que fizemos. Aproveitámos para visitar mais uns templos e relaxar um pouco. Também ficámos a conhecer a árvore sagrada desta civilização, Ceiba. Esta árvore representa a ligação entre o céu, a terra e o submundo. Quando chegámos a Flores, voltámos para o alojamento e fomos almoçar. Da parte da tarde, ficámos pelo alojamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *